Projeto social aproxima pais e filhos por meio do vôlei

O Tempo 2

Na quadra, as aulas e o aperfeiçoamento das técnicas de vôlei. Nas arquibancadas, o apoio de quem vê os filhos e os netos satisfeitos com o aprendizado. Assim tem sido o dia a dia do projeto Esporte na Cidade em Contagem. Há seis anos, são oferecidas aulas gratuitas de vôlei no município, com a execução da OSCIP De Peito Aberto, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, apoio da Sada e parceria com a prefeitura de Contagem.

Há cinco meses, Bianca Alvarenga, de nove anos, participa das aulas realizadas no Ginásio Poliesportivo Tropical. A mãe, Maria Isabel Alvarenga, acompanha o dia a dia da filha e está sempre presente na quadra. “Nunca perco as aulas da Bianca. Ela sempre quis vôlei e nunca havia encontrado aulas gratuitas. O projeto é uma referência, pois não temos atividades assim na região”, explica.

Quem também acompanha o Esporte na Cidade de perto é Maria Barros Hudson, de 67 anos. A aposentada leva o neto e mais três vizinhos para as aulas. “O Arthur adora. Quando venho à quadra, trago também os amiguinhos que moram perto de casa e que fazem aula aqui. É um projeto que não pode parar, pois, desde que meu neto começou, ele tem tido muito mais responsabilidade”, comemora.

Em Contagem, o Esporte na Cidade oferece aulas gratuitas de vôlei e de futsal. Os encontros acontecem duas vezes por semana e o material esportivo (camisa, calção, tênis e meias) são entregues aos alunos sem nenhum custo. Para participar do projeto, basta que o aluno esteja regularmente matriculado na rede de ensino.

O projeto é voltado para as atividades de iniciação esportiva (basquete, vôlei, handebol, futsal e judô). O Esporte na Cidade já atendeu mais de 10 mil crianças e adolescentes. Além de Contagem, a iniciativa conta com núcleos na região do Barreiro, em Belo Horizonte, além das cidades de Santa Barbara, Sete Lagoas e Brumadinho, na região metropolitana, Candeias, na Bahia, e Terra Santa, no Pará.

Link da matéria no portal O Tempo