Projeto Esporte na Cidade encerra ano VII com 2100 jovens beneficiados

O Esporte na Cidade encerrou, no dia 30 de setembro, o sétimo ano do projeto. A iniciativa, referência nos locais em que atua, beneficiou 2100 jovens em diversos municípios dos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Pará. O projeto é executado pela De Peito Aberto – incentivo ao esporte, cultura e lazer, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, e conta com patrocínio de grandes empresas, que destinam o seu incentivo fiscal em prol da transformação social através do desporto educacional.

 

Ao longo do sétimo ano de execução, o Esporte na Cidade ofereceu aulas gratuitas de iniciação esportiva e outras modalidades, para crianças entre 7 e 17 anos, sempre no contra turno escolar e sem nenhum custo aos alunos. Toda a metodologia é desenvolvida por um profissional de educação física contratado pelo projeto. A iniciativa ainda entregou kits de uniformes esportivos para todos os beneficiados.

 

Os alunos adoram o projeto e estão sempre ansiosos para as aulas. É o caso de Gustavo Rodrigo, de 14 anos, e de Wesley Pontes, 7. Ambos frequentam o núcleo Candeias, na Bahia, e falaram sobre a importância das aulas. “As aulas estão ótimas e isso me faz muito bem e muito feliz. Estou melhorando as minhas habilidades nas aulas”, disse Wesley.

 

“O esporte é vida e saúde. Praticar esporte durante as aulas é muito bom, o professor faz umas atividades legais e eu gosto muito”, falou Gustavo.

 

Os pais também aprovaram o projeto e estão ansiosos para o início do ano VIII. Luana Pontes, mãe de Wesley, afirmou que o Esporte na Cidade ajudou o filho disciplinarmente também. “O meu filho vive ansioso para chegar os dias das aulas. O comportamento dele melhorou muito, tanto em casa quanto na escola”, destacou.

 

Não é só na Bahia que os pais aprovam o projeto. No núcleo Barreiro, em Minas Gerais, os responsáveis pelas crianças elogiam a iniciativa. Segundo Nery Siqueira, pai do aluno João Rafael, de oito anos, o filho adquiriu mais responsabilidade após frequentar as aulas do Esporte na Cidade.

 

“Ele fica muito ansioso para as aulas do projeto. Ele já sai da escola comentado sobre a hora de vir para o Esporte na Cidade. Acho isso muito legal. Essa iniciativa, essa atitude dele. A disciplina do João melhorou muito desde quando ele está no projeto, o interesse dele pela escola também. Ele sempre foi estudioso, mas melhorou ainda mais. Agora, ele tem disciplina, sabe a hora de começar e parar as atividades”, revelou.

 

Após sete anos de atividades, o Esporte na Cidade já atendeu mais de doze mil crianças e adolescentes, em diversas regiões do Brasil, contribuindo para a formação social dos jovens, por meio de atividades de desporto educacional.