Projeto Esporte na Cidade encerra 2018 atendendo 250 jovens por mês em Recife

O ano de 2018 está chegando ao fim. Em retrospectiva, o Projeto Esporte na Cidade tem diversos motivos para comemorar a atuação na cidade de Recife. A iniciativa ampliou os números no município. Se em 2017, o projeto atuava em apenas um local e atendia 100 alunos, 2018 termina com 250 beneficiados por mês e dois locais de execução.

 

Dos 250 alunos, 100 frequentam aulas de iniciação esportiva (basquete, futsal, handebol e vôlei) na Escola Municipal Solano Magalhães. Já os outros 150 beneficiados têm a oportunidade de fazer aulas de futebol de campo na Escola Superior de Educação Física (ESEF), na Universidade de Pernambuco (UPE).

 

Em ambos os locais de execução, os alunos receberam duas vezes, de forma gratuita, kit de material esportivo para utilização durante as aulas. São ofertados camisa, short, meião e tênis ou chuteira. A variação entre o calçado depende de qual esporte o aluno está matriculado.

 

O coordenador técnico do Esporte na Cidade em Recife, Rodrigo Porto, comemorou o crescimento do projeto na capital pernambucana. “Essa ampliação do projeto em Recife é muito importante. O intuito do Esporte na Cidade é transformar vidas por meio das atividades esportivas. Logo, quanto mais jovens conseguirmos beneficiar, mais chances teremos de gerar oportunidades e mudar a realidade”, destacou o coordenador.

 

Em Recife, o Esporte na Cidade é executado pela De Peito Aberto por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte com patrocínio do SporTV e da Cateno e apoio da ESEF e do América.

 

Com mais de sete anos de atividades, o Esporte na Cidade já atendeu mais de doze mil crianças e adolescentes em diversas regiões do Brasil, contribuindo para a formação social dos jovens, por meio de atividades de desporto educacional.