Aulas de judô transformam a vida de jovens em Minas Gerais

O judô é um dos principais esportes indicados para crianças. A arte marcial auxilia os pequenos em diversos aspectos como disciplina, foco, educação, autoestima, além de ajudar no desenvolvimento físico e psicológico.

 

É com o objetivo de inserir a prática do judô entre crianças que a Organização Social De Peito Aberto Incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer promove o Projeto Ajudôu, que está no oitavo ano de execução. Atualmente, são contemplados 500 jovens entre sete e dezessete anos de idade das cidades mineiras de Belo Oriente, Periquito, Antônio Dias, Naque, no Vale do Aço, e Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Sendo 100 beneficiados em cada um dos municípios citados.

 

Um dos beneficiados é Emanuel, aluno da iniciativa na Escola Municipal do Bairro Tropical, em Contagem. Segundo o jovem, frequentar as aulas do Ajudôu foi um fator determinante para melhorar a rotina diária, tanto dentro quanto fora do ambiente escolar.

 

“Eu não me comportava bem em casa, não fazia atividades físicas. Então, o judô se tornou muito importante na minha vida. As minhas notas na escola melhoraram, pois, o judô me deixa mais calmo, menos estressado”, revelou.

 

“Sempre pensando em contribuir de forma efetiva para o desenvolvimento dos alunos, o projeto Ajudôu realiza duas entregas de materiais esportivos a cada ciclo de doze meses de atividades. Entrando na reta final do atual período de execução, a iniciativa concluiu a segunda entrega em todos os cinco núcleos.  Os 500 beneficiados receberam novas camisas para utilização durante as aulas. Anteriormente, os jovens já haviam ganhando quimono, faixa e camisa”, pontua o coordenador geral, o professor de judô Júlio César Lana Jaques

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O projeto Ajudôu ano VIII é desenvolvido pela De Peito Aberto, por meio da Lei Federal de incentivo ao Esporte, com patrocínio de três grandes empresas: Rede Mater Dei, D´granel e a Cenibra, além do apoio de prefeituras.