Estação Juventude promove exposição Olhares para Liberdade





Belo Horizonte, 22 de outubro de 2014

O Espaço Comum Luiz Estrela recebeu na última semana, entre os dias 20 e 26 de outubro, a exposição Olhares para Liberdade, promovida pela OSCIP De Peito Aberto – Incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer, por meio do projeto Estação Juventude. A mostra trouxe ao público fotos tiradas por adolescentes, em cumprimento de medidas socioeducativas, do Centro Socioeducativo Horto.

A unidade definiu um cronograma de saídas e levou adolescentes, agentes de segurança e o educador de audiovisual a locais como: Rio Acima, Inhotim e região da Pampulha, em Belo Horizonte. Em seguida, cada jovem escolheu três fotografias para uma exposição interna, no formato "varal fotográfico".

O Sistema Socioeducativo tem como objetivo oferecer aos adolescentes, em cumprimento de medida, possibilidades de repensarem seu projeto de vida. Esse desafio é ainda maior visto que muitos deles se mostram enlaçados a uma realidade limitada. A fotografia tem como objetivo viabilizar novos contatos desses adolescentes com os espaços urbanos e também com a natureza.


Projeto Estação Juventude

O projeto Estação Juventude, promovido pela OSCIP De Peito Aberto – Incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer, em parceria com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds/MG), por meio da Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (Suase) tem como objetivo realizar oficinas de arte e cultura para os adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

Iniciado em abril de 2013, o projeto oferece aos adolescentes diversas atividades nas áreas de artes visuais, letras, artes plásticas, música e artes cênicas, buscando colaborar para o percurso desses jovens no


cumprimento da medida socioeducativa e para a construção de novas perspectivas. Atualmente, dez centros socioeducativos de internação são atendidos pelo Estação Juventude. Em média, 350 adolescentes são beneficiados com as oficinas mensalmente.

"É possível perceber que os adolescentes apresentam certa dificuldade em expressar desejos, ideias ou o fazem de forma confusa e até contraditória, o que é própria da adolescência e pode ganhar complexidade em certas vivências. Então, vemos que a arte contribui muito nesse processo, possibilitando que as manifestações sejam mais espontâneas e ganhem forma no grafite, nas fotografias, nas músicas, no teatro e também na dança", explica Marina Marinho, coordenadora do Projeto Estação Juventude.

Unidades atendidas pelo projeto: Centro de Internação Dom Bosco – CEIP/DB, Centros de Internação Provisória São Benedito – CEIP/SB, Centro Socioeducativo Santa Terezinha – CSEST, Centro Socioeducativo Horto – CUSEH, Centro de Reeducação Social São Jerônimo - CRSSJ, Centro Socioeducativo Santa Helena -CSESH, Centro Socioeducativo Santa Clara – CSESC, Centro Socioeducativo de Justinópolis, Centro de Atendimento ao Adolescente – CEAD, e Centro de Acolhimento da Semiliberdade – CAS.

Serviço: Exposição Olhares para Liberdade
Local: Espaço Comum Luiz Estrela – Rua Manaus, 348, Santa Efigênia.
Data: 20 a 26 de outubro
Horário: Livre



Por: Assessoria de Comunicação De peito Aberto | Lohanna Lima

Crédito foto: Divulgação De Peito Aberto



www.depeitoaberto.com.br | (31) 2511-1515 | contato@depeitoaberto.com.br