Evento de encerramento da 5ª Olimpíada SuperAção premiou equipes vencedoras






31 de Janeiro de 2014

Realizada entre os dias 13 e 31 de janeiro de 2014, a 5ª edição da Olimpíada esportiva do projeto SuperAção reuniu uma centena de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa provisória e de internação em Belo Horizonte e na Região Metropolitana. Evento de encerramento na manhã desta sexta-feira (31/1) premiou as equipes vencedoras nas nove modalidades disputadas na competição: handebol, judô, futebol society, voleibol, peteca, basquete streetball, tênis de mesa, xadrez e futsal. A entrega dos troféus e medalhas aconteceu na quadra poliesportiva do Centro Socioeducativo Santa Clara.

Realizada anualmente, a Olimpíada SuperAção é um evento de caráter esportivo e educativo, que representa a conclusão do trabalho de 12 meses desenvolvido pela equipe do projeto SuperAção junto aos adolescentes nos centros socioeducativos. A iniciativa é uma realização da Associação De Peito Aberto, responsável pela gestão do projeto no sistema socioeducativo de Minas Gerais, junto à Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

 

Resultados
Com desempenho de destaque na competição, os jovens do Centro Socioeducativo Justinópolis (Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte) garantiram a medalha de ouro em quarto das nove modalidades disputadas. Na 1ª semana, conquistaram o campeonato no voleibol, na peteca e no basquete streetball. Na 2ª semana, sagraram-se campeões na disputa do futebol society.

Outras três modalidades foram conquistadas pelo Centro de Atendimento ao Adolescente (Cead) Lindéia (BH). Os jovens garantiram o 1º lugar no judô, tênis de mesa e xadrez.

Também o Centro Socioeducativo Horto (BH) mostrou talento e garantiu o 1º lugar na disputa do handebol, o vice-campeonato na peteca e a terceira colocação no xadrez, no voleibol e no futebol society.

A etapa final do futsal marcou o encerramento da 5ª Olimpíada SuperAção, com a vitória do Centro Socioeducativo de Sete Lagoas por 2 a 1 sobre a equipe do CSE Horto (BH). Saindo como vice-campeão na modalidade, o jovem goleiro do Horto foi destaque na partida. Os adolescentes afirmaram a grande oportunidade de lazer, saúde e perspectivas de futuro que o esporte tem trazido para eles. O evento premiou também os melhores jogadores em campo durante toda a competição.

Ainda na modalidade futsal, equipes de servidores da Seds, agentes de segurança das unidades e a equipe técnica da De Peito Aberto, educadores e coordenadores do projeto, participaram de uma competição paralela, em que o time de agentes do Cead Lindéia conquistou o 1º lugar.



Integração e estímulo ao esporte
Coordenador técnico do projeto, Leonardo Costa explica que a olimpíada busca incentivar o desenvolvimento nas modalidades esportivas entre os jovens, assim como integrar os adolescentes e os profissionais que atuam no sistema socioeducativo. “É uma forma de transmitir valores educacionais importantes, principalmente por meio de uma prática competitiva saudável”, completou.

O gestor destaca os avanços percebidos no evento a cada ano de realização. “O nível da arbitragem melhorou e a postura dos adolescentes foi muito positiva”, afirmou

Leonardo Costa, apontando o respeito dos jovens ao esporte, às decisões do juiz e às equipes adversárias. O coordenador destacou ainda a “grande colaboração dos agentes de segurança e servidores, com palavras de estímulo aos adolescentes e apoio nas partidas”, completou.



Por:
Assessoria de Comunicação De peito Aberto | Larissa Metzker

Crédito foto: Larissa Metzker

www.depeitoaberto.com.br | (31) 2511-1515 | contato@depeitoaberto.com.br